9.11.06

8

na grande masmorra

os ricos e influentes

pagam pelo privilégio

de ver os inferiores nos melhores aparelhos de suplício

todos apenas em busca da felicidade

todos apenas cumprindo seu legítimo dever

de gastar o quanto antes

no efêmero

o bastante para toda uma família viver mais que bem uma longa vida

de todas as éticas escolha-se justo a da ganância

tudo se justifica pela busca do éden e por uma molhadinha na mão da autoridade que também só quer ser feliz porra

tudo é questão de posição

quase um princípio zen

deve se partir a coluna alheia

sem deixar notícia do fato

vamos devorar o pato

a ralé paga a pitança

que dignidade só presta

quando se pode ir para a cadeia

no mais de que vale honra sem brilho

de que vale toda cintilação

que não seja de moeda sonante