19.11.06

18

tenho mentido

de longa data

criaram-me na crença de que sou digno de algo

pura conversa

e ainda querem que nem de longe eu tenha a idéia de tirar o time de campo

tento fazer que não ligo para o conhecimento

mas lá no fundo arraiga-se a velha pretensão

de desvendar o segredo último do universo

como se o mundo ocultasse algo de minha vista

e não fosse eu que teimasse em não abrir os olhos

má notícia para quem esperava haver um bem infinito

sempre haverá bem e mal

e a dor do mal sempre será maior que o prazer do bem

e nós nunca seremos mais que os carcereiros de deus

continuaremos buscando virtudes para pisoteá-las

e calaremos quem não nos adorar

nada pode a bondade perante a força