2.11.06

1


devia não mais perder tempo
devia sepultar todo subterfúgio
mas especializei-me no banal
tanto me apurei na arte
que tiro todo relevo
do que seja
sou só um vampiro de mim
um pedregulho habita-me o peito
foram anos treinando para viver morto
que o bom da vida começa quando se morre
da vida ninguém tem medo
que burrice
o medo dos vivos é a morte
como vai um morto temer a morte
morte é que nem caxumba
pegou uma vez fica imune
mas nem morto nem vivo
sinto-me eterno

4 Comments:

Blogger Vera said...

Alô, Henrique!

Ainda não estou a comentar o texto, mas a primeira coisa que fiz ao ligar o micro foi ler o seu e-mail e acessar o seu Blogg.

Aguarde mais comments meus, este é só um sinalzinho de vida... e para inaugurar os comentários de seu blog! Posso logo que possível criar links para ele no meu blog?


Você sabe, eu tenho vários espaços dos quais não estou cuidando como deveria... e gostaria de saber se posso te linkar à vontade, à medida que for surgindo oportunidades...


O texto, vou reler... é sobre morte e vida, temas que me interessam demais nesta fase atual de minha vida.


Por hora um grande abraço, de sua amiga



Verinha Rath



PS: dia primeiro de novembro ocorreu a chegada triunfal do inverno aqui. De madrugada no meu Balkon (varanda) registrei 0,1 graus, o que significa que nas ruas a temperatura chegou a uns poucos graus negativos. Foi a primeira vez que nevou neste outono/inverno... hoje espero o anemômetro que encomendei chegar... sabia que dei de me interessar por metereologia?

3/11/06 06:53  
Blogger o amanuense said...

Oi, Vera
Que bom ter notícia sua!
Para mim, será motivo de orgulho que você divulgue meu blogg (é com 2 gg, né?) da maneira que lhe convier. Desde já a autorizo a fazer o que quiser. Você é dessas pessoas especiais, que têm mais cuidado com as coisas dos outros que com as próprias. Uma amiga, enfim. Sério mesmo, faça o que quiser, isso só me beneficiará. Espero manter uma rotina de publicar um textinho por dia. Vamos ver! Grande abração!

3/11/06 09:57  
Blogger Vera said...

Henrique, querido!

Garoto, tou kaputt (vixe, kaputt é quebrado, exausto, pior que isto, em alemão... é que sempre uso este termo no meu blogg).


Bem, a palavra correta é blog, mas o meu é do blogg.de, é um blog alemão, e como tal teria que ter uma complicaçãozinha a mais, né?


Henrique, meu amigo... obrigada pelos links, e vou assim que possível (ou seja, que mexer na página do blogg) colocar um link para cá, e com o tempo em outros espaços.


Acho que aqui poderemos nos comunicar muito mais que antes, Henrique... eu curto uma coisa que deve ser o inferno procê, um tal de yogurt, ou Orkut... sou muito polêmica por lá.


Bem, estou te devendo o link, e também comentar o seu texto... aliás, eu acho que senti o que você escreveu... eu já li e senti, mas não gostaria de escrever qualquer bobagem...


Morte e vida se tornaram temas muito importantes para mim, Henrique... principalmente depois que meu Stefaninho partiu, e eu fiquei sozinha na Alemanha... tudo mudou na minha cabeça, sabe... até acho que aquele sentido de pátria, terrinha, tudo isto ficou abalado.


Eu tento sobreviver, vou levando os sites e cuidando dos gatinhos, e no momento não consigo imaginar uma viagem ao Brasil... sei lá... talvez assunto pra mail mesmo!


Por hora... eu só queria te deixar um caloroso abraço... como estou precisando dormir, pretendo colocar o seu link amanhã ou estes dias no Blogg.de, e depois no Verinha (o site) vou pensar no melhor lugar que poderia colocar.



Henrique... que saudades... tenho saudades de nossos papos... sabe, no meu feeling eu não mudei muito, fisicamente acho que também não tanto quanto era se se esperar pela minha idade... ainda sei valorizar o valor de uma amizade.


Eu ainda me lembro o dia em que te vi pela primeira vez... sabe o que pensei? "Que menino lindo... que olhos!!!"... e fui te conhecendo mais e mais... enfim, te considero um amigo que dou graças a Deus de ter mantido, apesar da distância física...


Vou dormir... precisei tomar 2 sossegas-leão pra ver se hoje embarco.


Beijos,



Sua amiga Verinha Rath.




Hoje seria o meu aniversário de casamento no religioso com Stefan... cinco anos.

3/11/06 18:23  
Blogger Vera said...

Henrique, criei um link rapidinho no Blogg.de

http://verinha.blogg.de/

Em breve pretendo conseguir dormir... ando tão cansada, Henrique...

Aqui o inverno chegou pra valer, você leu?... Em uma semana a temperatura despencou de uns 20 e poucos graus para 2 graus durante o dia e uns poucos negativos à noite...


Beijos...




Verinha Rath.

3/11/06 18:39  

Postar um comentário

<< Home